[ESPECIAL] Quando os filmes viram livros

| 15/08/2010 | Comentários (2)

Com sua permissão para fugirmos (mas nem tanto) do assunto central desse site, trataremos de itens tão colecionáveis como nossos amados discos: livros inspirados em filmes. E não há nada mais lógico do que compartilharmos esse post com o site que está cada vez mais se tornando a casa do colecionador brasileiro: o Blog do Jotacê.

O cinema tem ao longo de sua história bebido incansavelmente da literatura como fonte de inspiração para muitos de seus mais conhecidos filmes. Nas últimas décadas, com a cada vez mais escassa inspiração dos roteiristas, adaptações de livros para o cinema tornaram-se ainda mais frequentes. Isso se reflete tanto nos filmes aclamados pela crítica como pelo público. Basta entrar numa livraria para ver expostos dezenas de livros que viraram filmes.

Mas e o oposto? Livros baseados em filmes. Estranho? Não deveria ser. Afinal, pense em como esse é um terreno pouco explorado pela indústria literária, especialmente depois que o DVD reinventou a forma de se colecionar filmes. Sim, colecionar DVDs (e agora Blu-Rays) é muito mais do que apenas ter um certo número de filmes em casa. Questões inexplicáveis para a maioria das pessoas como “Por que ter em casa se você pode alugar?”, “Pra quê comprar? Vai assistir quantas vezes?”, “O quê? Você comprou o mesmo filme só porque essa outra edição é diferente?”, entre outras, fazem o perfeito sentido para o colecionador. Com o advento do DVD/BD e de seus recursos que nos permitem ver muito mais além do filme em si, colecionar se tornou uma arte. Além do mais, eleva filmes a outros patamares. Colecionador que se preza não mede e$forço$ para obter tudo que se pode ter sobre seus filmes prediletos.

Um exemplo disso são as edições em Digibook, também conhecidas como BD Book. Desde que essas edições se tornaram mais difundidas com o lançamento de Blu-Rays é possível ver um verdadeiro frenesi em torno delas. Quem coleciona Digibooks poderá até ficar ofendido com a definição simplista de que essas edições trazem o disco numa embalagem que simula um livro e possui um encarte com algumas dúzias de páginas ilustradas.

O sucesso dos digibooks é apenas mais um sinal de que materiais de qualidade sobre os filmes, sejam esses em vídeo ou no papel, se tornam objeto de desejo de colecionadores ao redor do mundo. Provavelmente partindo desse princípio, alguns filmes já possuem livros de altíssima qualidade (editorial e de material) disponíveis no mercado. Tais livros são um deleite para colecionadores, especialmente aqueles que não se contentam em ver apenas o filme, mas que buscam detalhes, aspectos técnicos e criativos das produções.

No Estados Unidos é possível encontrar algumas dezenas de livros inspirados em filmes. Eles geralmente entitulam-se por “The Art of…” (A Arte de…). Não fazem parte de uma série contínua e nem são todos publicados pela mesma editora. Porém, dos livros indicados todos são oficiais e licenciados, o que garante que o material contido seja de alta qualidade. Abaixo você conhecerá em detalhes três desses livros: “The Art of Avatar“, “Alice in Wonderland – A Visual Companion” e “The Art of Iron Man 2“. Esses livros não são publicados no Brasil, mas podem ser encontrados em grandes livrarias, que os importam. No entanto, uma opção financeiramente mais vantajosa é adquiri-los na Amazon. Além disso, como livros são isentos de impostos de importação, a chance de taxação é zero.

The Art of Avatar: James Cameron’s Epic Adventure

O filme de maior bilheteria de todos os tempos não poderia ficar sem um material impresso à altura. Enquanto só temos o DVD/BD do filme totalmente desprovido de extras (a edição com extras será lançada ainda em 2010), o livro “The Art of Avatar: James Cameron’s Epic Adventure” serve como deleite àqueles que ficaram impressionados com o mundo criado pelo visionário diretor de Titanic.

Em suas 108 páginas, o livro traz centenas de ilustrações do filme, além de texto (em inglês) explicativo sobre o processo de criação de Pandora e seus habitantes. O livro não é uma descrição narrativa da história do filme. São raras as páginas sem alguma ilustração, que incluem fotos do filme, rascunhos feitos à mão, storyboards, imagens de computador e desenhos técnicos. É possível, por exemplo, ver como a ideia de um cenário ou equipamento foi transposta do rascunho até a apresentação final no filme, passando pelos processos intermediários. É, de fato, um exercício interessante, especialmente em se tratando de um filme como “Avatar”, que tem o adjetivo criatividade espalhado em cada frame.

O prefácio, entitulado “Suspension of Desbelief” (“O Fim da Descrença”, numa tradução livre) é escrito por outro diretor criador do mundos, Peter Jackson. James Cameron assina o epílogo e o produtor Jon Landau o prólogo. O livro é escrito por Lisa Fitzpatrick.

É impresso nos EUA pela editora Abrams. A edição é em capa dura e traz ainda uma capa protetora em papel fotográfico, com a mesma ilustração vista na capa. Custa US$ 19,77 na Amazon e você pode comprá-lo clicando aqui

Galeria de fotos exclusivas. Clique em cada uma para vê-la maior.

Alice in Wonderland: A Visual Companion

A mais recente adaptação para o cinema de “Alice no País das Maravilhas (alice in wonderland) fez enorme sucesso nas bilheterias mundiais e de forma geral, agradou também a crítica. Um filme com recursos visuais tão ricos como “Alice”, do diretor Tim Burton, também merecia um material impresso à altura. E a Disney não poupou esforços para trazer o excelente “Alice in Wonderland: A Visual Companion”.

É, sem dúvida, o mais artístico dos três livros analisados nessa matéria. Em 256 páginas, escritas por Mark Salisbury, é possível conhecer o impressionante trabalho artístico por trás dos cenários e personagens de “Alice”. O livro, ricamente ilustrado, traz imagens originais do livro original de “Alice” e isso te permite comparar com a visão de Tim Burton. Há também dezenas de fotos do filme e da produção, que destacam como o uso de efeitos visuais tornou possível criar o mundo de “Alice”. Salta aos olhos a altíssima qualidade técnica e artística das fotos, sejam elas do filme ou da produção.

Como é comum nesse tipo de livro, o texto (em inglês) de “Alice in Wonderland: A Visual Companion” não trata do enredo em si. Aqui você encontrará histórias de como o elenco foi escolhido, como Burton conduziu o processo de criação de cenários e personagens ao seu próprio e peculiar estilo, além de outras curiosidades. Além do prefácio, escrito pelo próprio Tim Burton, o livro é composto de sete capítulos. Há, por exemplo, um capítulo específico para tratar de cada um dos três personagens principais: Alice, o Chapeleiro Maluco e a Rainha Vermelha. Ali você verá no texto e nas fotos o processo de escolha de figurino de cada personagem, bem como o enorme trabalho da equipe de maquiagem, só para citar alguns exemplos.

O livro é impresso nos Estados Unidos pela própria Disney. A edição é em capa dura e vem com uma capa de papel protetora (ilustrada tanto na frente como no verso). Custa US$ 31,50 e você pode comprá-lo clicando aqui.

Galeria de fotos exclusivas. Clique em cada uma para vê-la maior.

The Art of Iron Man 2

Terceiro e último livro abordado nessa matéria, “The Art of Iron Man 2” é o mais técnico dos três. O livro aborda principalmente o processo de criação das armaduras, equipamentos e cenários exibidos em “Homem de Ferro 2”, que chega em breve em BD/DVD.

Aqui novamente o texto se aprofunda no processo de criação e não no enredo em si. A quantidade de fotos impressiona, especialmente daquelas que fazem parte do material de pré-produção do filme. Tanto é que esse é o que menos tem fotos do filme em si. Mais do que nos outros dois livros é possível conhecer a fundo como armas, gadgets, armaduras e cenários ganharam vida em “Homem de Ferro 2”. Os fãs da HQ irão apreciar especialmente como o livro se preocupa em conectar o filme à história em quadrinhos. A todo momento no livro é dada a base “histórica” do que é apresentado no filme.

O livro é dividido em sete capítulos e possui ao todo 224 páginas. Assim como ocorre nos outros dois livros a qualidade do papel é excelente e ajuda a realçar a qualidade das fotos. Só ficou faltando mesmo mais fotos da Scarlett Johansson e da Gwyneth Paltrow 🙁 . Algo visto aqui e não encontrado nos outros dois livros é o capítulo voltado ao marketing do filme. Nele é possível, por exemplo, ver toda a galeria de pôsters utilizados durante a campanha de divulgação do filme.

O prefácio é escrito pelo diretor Jon Favreau, que fala de sua insegurança quanto ao desempenho do filme, uma vez que ele o escreveu durante o processo de pós-produção de “Homem de Ferro 2”. O livro é escrito por John Barber.

O livro é em capa dura, mas o que chama a atenção no quesito da apresentação é sua luva protetora igualmente em capa dura. (Ah, se as distribuidoras tratassem nossos discos tão bem assim…). Atualmente está indisponível na Amazon US, mas pode ser encontrado na Amazon UK por £20,68. Clique aqui para comprá-lo.

Galeria de fotos exclusivas. Clique em cada uma para vê-la maior.

Veja abaixo livros já lançados de outros filmes. Clique na capa de cada um para detalhes, preço e compra na Amazon.

Tags:

Category: Extras

Comments (2)

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Jotacê disse:

    Parabéns Fabio pela ideia do post e pela qualidade do que foi apresentado!

    E eu não consegui resistir ao livro do Homem de Ferro e comprei! COISA MAIS LINDA! 😀

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.